quarta-feira, 21 de março de 2012

"Clube KKK de Humor Criminalmente Incorreto" (by @rafucko)


A primeira edição show de stand-up "Proibidão", ocorrida no último dia 12 de março, acabou com a participação especial da Polícia. O motivo? Racismo.

O show montado por vários "comediantes" tinha exatamente o objetivo de sacanear com negros, gays, mulheres e deficientes entre outros. Por isso o nome "Proibidão" como uma referência ao "humor polticiamente incorreto" ou como o video a seguir intitula "humor criminalmente incorreto". Os promotores do evento estavam tão dispostos a ir onde não se deve ir que inclusive solicitaram aos espectadores que assinassem um termo se comprometendo a não ficar ofendidos. Dá pra acreditar? Pois é... só que o músico da banda, que é negro, ficou bastante ofendido e corretamente denunciou à polícia.

Como não poderia deixar de ser, os defensores da "liberdade artística" saíram na defesa do "humorista" que comparou negros a macacos, afinal é um absurdo se proibir alguém de humilhar e oprimir os já tão humilhados e oprimidos. O video abaixo é uma resposta bem-humorada à patrulha em defesa da liberdade de poder ser racista sem ser acusado como tal.



Leia a notícia sobre o show aqui.