domingo, 15 de abril de 2012

Itália: onda de suicídios como resposta à crie econômica. #italianrevolution #criseEconomica


Tal como na Grécia, cresce a onda de suicídios como resposta à crise econômica. A notícia é da AFP e foi veiculada pelo portal Terra nesta sexta-feira, dia 13 de abril. A notícia ganha relevância justo quando o desemprego na Itália atinge o nível recorde de 9,3% da população economicamente ativa. Os suicídios tem se apresentado como saída desesperada tanto para operários desempregados como para empresários falidos e endividados. Um dos casos que tocou o país foi o do pedreiro de 58 anos que no final de março ateou fogo ao próprio corpo dentro de um veículo em frente a uma repartição de finanças em Bolonha. Ele deveria comparecer a uma audiência de julgamento por não ter pago 104 mil euros em impostos e multas. Estando desempregado, sem perspectivas e podendo ser condenado por "fraude fiscal", imolou-se, sendo hospitalizado com graves queimaduras, vindo a falecer nove dias depois. O portal da Euronews tem um pequeno video sobre o assunto feito antes da morte do pedreiro (veja aqui).

O quadro é grave e somente será resolvido pela classe operária, seja com sua submissão, seja pela revolução. Na primeira morrerão muitos operários. Na segunda, seus algozes.