quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Arena Pernambuco: maus tratos e assédio provocam greve dos operários


Novembro começou com greve dos operários da Arena Pernambuco, estádio sede da copa 2014 de responsabilidade da empreiteira Odebrecht. Os 1400 pedreiros, carpinteiros, armadores e operadores de máquina cruzaram os braços nesta terça-feira exigindo a reintegração de dois cipeiros que foram demitidos. A Oderbecht em acordo com o Sintepav-PE havia planejado jornada extra para o dia de hoje, feriado de finados, em função do atraso do andamento das obras e recebeu de presente mais uma paralisação dos trabalhadores que já vinham denunciando maus tratos e assédios por parte dos encarregados da obra, entre eles, o coronel reformado "Eduardo Fonseca", carinhosamente apelidado pelo peãozada de "Coronel Kadafi".

Faltam pouco mais de dois anos para o evento da Fifa no Brasil. As empreiteiras sabem que sem um ritmo acelerado não haverá evento, assim como também que sem super-exploração e sub-contratação não haverá lucro. O que eles não sabem ainda é como será a reação dos operários a essa maré de trabalho forçado que precisam imprimir. Eles que se cuidem: mais greves virão por aí.

Seguem links para a notícia da paralisação: